Nuvem

Exposição Mulheres Negras: Expressões da Liberdade de Adelson Bóris

11896076_864083796994124_4595464718091689013_n

“Mulheres Negras: Expressões da Liberdade”

Após o término da escravidão à mulher negra passou a atuar como viga-mestra das famílias e das comunidades negras, arcando com o sustento moral e com a subsistência dos filhos. Saiu da senzala para cortiços, tornando-se mulher da cama e mesa, ora servindo ao seu companheiro, ora servindo ao patrão que antes encarnava o papel de senhor, além de servir à patroa que antes era a sinhá. Por outro lado, todo um dispositivo de atribuições negativas aos negros é criado, com o objetivo de manter o espaço da participação social no país restrito aos estreitos limites da antiga ordem escravista.
Atuando no século XX como empregada ou babá, viabiliza a emancipação da mulher branca, por permitir a sua saída de casa para ocupar as universidades e trabalhar nas repartições públicas. Este é o novo quadro da tradicional família brasileira, consequência das indústrias e da evolução cultural do país, que criou a emancipação cultural e econômica das mulheres em cidades grandes, onde o serviço de creches é deficiente. Mesmo na família que mantém a divisão de tarefas entre marido e mulher, quem, em geral, executa as tarefas domesticas é a mulher negra.
Foram mulheres que semearam o campo, tropeçando cegas pela vida, maltratadas pela pobreza, mutiladas, apagadas e confundidas pelo sofrimento. Eram artistas que buscavam uma musica ainda não escrita, na qual a sua força, a sua espiritualidade, o seu AXÉ, aquela coisa desconhecida que existia dentro delas, se tornasse conhecida. E elas esperavam e esperavam. No entanto, sabiam que seus campos de outono, vazios de frutos, iriam chegar ao tempo da colheita, mesmo que fosse num outro tempo, pelas mãos e força das mulheres negras no futuro. E assim está sendo! Na exposição “Mulheres Negras: Expressões da Liberdade” o artista plástico Adelson Boris retrata através das suas aquarelas a beleza, a força e a magnitude da mulher negra na atualidade. São mulheres esplendorosas que contribuem para o desenvolvimento político, econômico e cultural da nação brasileira.

Fabiana Rocha
Especialista em História das Artes e das Religiões

12108130_886041988131638_564648113235519269_n

Serviço:
Exposição “Mulheres Negras: Expressões da Liberdade”
Local: Museu de Artes Afro-Brasil Rolando Toro
Endereço: Rua Mariz de Barros, 328 – Recife Antigo – PE
Abertura: 06 de Novembro às 19 horas
Visitação:De 07 de novembro a 19 de dezembro
De: Terça à sexta das, 12 às 18h. Sábado, Domingo e Feriados das 14 às 17h.