Nuvem

LANÇAMENTO GUIA COMUM DO CENTRO DO RECIFE

Todo território é subjetivo, já que foi submetido a linhas imaginadas pelo homem. Todo território é também insuficiente, ainda que sonhe e se declare completo. Dentro de uma tradição de guias poéticos da capital pernambucana se insere o Guia Comum do Centro do Recife. Um meio-termo entre a utopia e a prática num microcosmo que tem sofrido, nas últimas décadas, com políticas públicas e arquitetônicas de destruição e de invisibilidade.

11216493_10153455773017929_8023765267084983325_o

Em cerca de um ano de pesquisa voltada para questão do processo de modificação da paisagem urbana do Recife, e com o apoio do Funcultura, o projeto se desdobra em um trabalho colaborativo reunindo ilustradores, cinéfilos, moradores, comerciantes, urbanistas, músicos e flâneurs contemporâneos para o levantamento de cerca de quarenta lugares e situações de resistência no centro da cidade. No Guia, o centro como um invisível diário, torna-se um cartão postal a ser descoberto. Mapeando algumas ruínas no centro temos a idílica pretensão de propor um re-encanto entre este espaço e as pessoas que nele trafegam, usam e coabitam.

O Guia será lançado no próximo sábado, dia 18 de Julho, às 12h no Chá Mate, na rua Siqueira Campos, 279. Loja 28. Edf. Brasília, Bairro de Santo Antônio, próximo à Praça do Sebo. Durante a intervenção, será realizada a entrega de uma placa de indicação do estabelecimento pelo Guia e a publicação será distribuída gratuitamente.

SERVIÇO: LANÇAMENTO GUIA COMUM DO CENTRO DO RECIFE
Dia 18 de Julho de 2015
12h Chá Mate – Rua Siqueira Campos, 279. Loja 28. Edf. Brasília, Bairro de Santo Antônio. Recife –PE (próximo a Praça do Sebo).
Tel.: (81) 3224.6641
Distribuição gratuita da publicação no local
____________________________________________________
GUIA COMUM DO CENTRO DO RECIFE
Concepção e produção executiva: Bruna Rafaella Ferrer
Equipe de criação: Bruna Rafaella Ferrer, Frederico Floeter, Tatiana Móes e Vitor Cesar
Pesquisa de campo: Bruna Rafaella Ferrer, Chico Ludermir e Tatiana Móes
Edição de texto e reportagem: Chico Ludermir e Scnheider Carpeggiani
Projeto gráfico: Frederico Floeter e Vitor Cesar
Realização: Lei de incentivo à cultura de Pernambuco – Funcultura