Nuvem

Nuvem é destaque no Portal ‘Leia Já’

Semana passada recebemos na Nuvem a visita da repórter Bárbara Brandão, do Portal LeiaJá,  para uma entrevista bem bacana. O resultado foi ao ar hoje!O texto fala sobre nosso caminho de quatro anos e sobre o mercado que estamos inseridos de vendas de obras de arte pela internet.

>acessem neste link http://www.leiaja.com/cultura/2014/07/09/portal-nuvem-e-venda-de-arte-contemporanea-online/

Abaixo, matéria na íntegra:

 

PORTAL NUVEM E A  VENDA DE
ARTE CONTEMPORÂNEA ONLINE

por Barbara Brandão | qua, 09/07/2014 – 10:46

Vender arte pela internet tem se tornando cada vez mais comum – principalmente se tratando de arte contemporânea. Há quatro anos, a publicitária Claúdia Aires e o arquiteto Gustavo Marques resolveram abrir uma produtora cultural que, além de promover ações culturais, agenciaria artistas e teria uma loja virtual para poder escoar a produção de seus parceiros.

Três anos depois, a Nuvem Produções entrou em uma nova fase. Há pouco mais de um mês os sócios lançaram o Portal Nuvem - uma plataforma de arte online que pretende abrir um maior espaço para os artistas contemporâneos do país. No portal, artistas podem fazer seus cadastros e, se aprovados pela curadoria da Nuvem, são convidados a participar da loja online. Segundo Cláudia, eles já contam com mais de 40 artistas parceiros, sendo 31 deles de Pernambuco.

A ideia do portal, assim como era a do site e da Nuvem Produções, é dar maior visibilidade a artistas que têm bons trabalhos, mas são pouco conhecidos. No início da produtora, o agenciamento de artistas era o carro chefe. “Os amigos produtores sempre pediam dicas de artistas, bandas, de produção cultural em geral. Já era natural, então eu disse a Guga: ‘vamos cuidar da carreira desse pessoal’”, explica Cláudia. Eles divulgaram trabalhos de artistas nordestinos como Galo (PE), Thiago Verdee (PB), Derlon (PE) e o grupo Acidum (CE). Com a expansão, o Portal Nuvem toma a frente do negócio.

ARTE URBANA

Apesar de não focarem em um estilo artístico específico, grande parte dos artistas agenciados e que estão na loja online da Nuvem são especializados em arte urbana, que vem ganhando maior destaque nos últimos anos – saíram dos muros e paredes da cidade para adentrar e decorar espaços privados, como restaurantes, escritórios e até mesmo casas. Cláudia acha que essa popularização se deu porque os artistas de rua têm ficado cada vez mais dedicados, tornando as produções mais bem feitas e elaboradas. “Natural que as pessoas olhem na rua e digam ‘poxa, queria ter uma pintura desse artista na minha casa’”, avalia a publicitária.

“A democratização veio também da internet. A exibição de trabalhos (por parte dos artistas) foi ampliado. As pessoas – tanto artistas quanto compradores – não estão mais presas às galerias nem ao gosto do decorador, que opinava sobre a decoração de suas casas. Eu acho que o artista de rua se beneficia, tem mais espaço para exibição da sua arte”, complementa Cláudia.

Os artistas que trabalham com a Nuvem também veem a internet como um facilitador. “A internet de certa forma democratizou o mercado de arte, e tem um papel fundamental na divulgação e comercialização de trabalhos de jovens artistas com valores mais acessíveis”, conta a artista Giovanna Simões Glasner.  Para o grafiteiro Jota Zeroff, a web é a melhor forma para ele vender seu trabalho. “É mais viável e fácil, pela questão de envio. Não preciso ir à casa casa do cliente”, explica.

VENDAS E DINHEIRO

A loja virtual da Nuvem vende não só obras originais dos artistas, como também reproduções dos trabalhos. “A reprodução, com as lojas virtuais, vendem muito bem. É a forma de o artista se aproximar mais do público, tornar o seu trabalho mais acessível”, revela Cláudia.

A publicitária e Guga viram na produtora uma forma de ganhar dinheiro e trabalhar com o que mais amam – arte e cultura. Eles cobram um percentual sobre as vendas pela internet e por cada trabalho fechado – como pinturas indoor e ilustrações para publicidade e eventos. O negócio de venda de arte urbana sustentável ganha cada vez mais corpo e atrai cada vez mais artistas – e clientes.