Nuvem

O “SER TÃO” MÚLTIPLO DE LÍDIO PARENTE

O trabalho fotográfico que Lídio Parente vem desenvolvendo ao longo de 28 anos é fruto de um olhar que traz o frescor e a intimidade de quem nasceu e cresceu no Sertão, de quem convive e carrega consigo a cultura sertaneja. Na próxima sexta-feira (15), Recife receberá o desdobramento de anos de trabalho com o lançamento do seu  livro autoral “Ser Tão”, que acontece às 19h, no Restaurante Docas152, no Bairro do Recife. Lançado pela Binóculo Editora, o livro poderá ser adquirido no local por R$50.

Lídio Parente_Divulgação

Natural de Ouricuri, o engenheiro e químico de formação sempre foi um “alquimista” quando o assunto era fotografia – fazia diversas intervenções químicas durante o processo de revelação fotográfica, já no Recife, onde estudou na Universidade Federal de Pernambuco.

Tinha um laboratório em casa, onde montava e vendia suas próprias fotos. Deixou a fábrica em que trabalhava, ali pelos anos 1980, e se mudou para o Rio de Janeiro, onde foi estudar fotografia. Trabalhou por muitos anos com turismo e projetos institucionais, assinando a fotografia de dois projetos de livros-fotografia – um sobre os 200 anos do Jardim Botânico, e outro sobre as interferências e influências francesas na arquitetura, moda, culinária e arte no Rio de Janeiro, como também participou de coletâneas, como “Brasil Norte Sul Leste Oeste”, pelos 500 anos do Brasil, e “Amazônia uma viagem filosófica”.

Ser_Tao_Lidio Parente3

O que instigou Lídio a começar a fotografar foi um comentário de um amigo de seu pai, por volta de 1982. Quando viu uma foto feita por Lídio, na zona rural de Ouricuri, ficou espantado com tanta beleza, que não acreditava se tratar da própria cidade. “Acho que foi pela cultura dos calendários com paisagens europeias, muito comuns nas cidades interioranas”, comenta Lídio. O livro compila fotos de 1980 até hoje.

Chama a atenção ainda por outro elemento: o livro começa e termina com a presença ou ausência da água. “Acho esse um tema inesgotável. Acredito que a fotografia é parcial sempre, eu tive a intenção de não retratar um lado sofrido, muito conhecido pela literatura, cinema e pela mídia, mas sim de trazer fotos reais, cotidianas”, conta. O texto de prefácio é do poeta, escritor, amigo e conterrâneo Pedro Américo de Farias.

Ser_Tao_Lidio Parente4

O livro tem cerca de 180 fotografias, e foi possível graças ao Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). Com uma tiragem de mil exemplares, é bilíngue (português e inglês) e terá grande parte de seus exemplares distribuídos gratuitamente em Universidades, Escolas, Bibliotecas, Centros Culturais e ONGs.

Ser_Tao_Lidio Parente1 Ser_Tao_Lidio Parente2

 

Serviço
Lançamento do livro “Ser Tão”, ­ de Lídio Parente

Quando: Sexta-feira (15), às 19h

Local: Restaurante Docas152 (R. do Apolo, 152 – Recife)

*Os livros podem ser adquiridos no local por R$50